« Página Principal    « Imprensa  « Regressar   Avançar »

O ELVIS 100% NA RÁDIO RENASCENÇA - 16.08.2017



 Legenda: Jorge Custódio e Célia Carvalho, no estúdio da Rádio Renascença.

 

O Elvis 100% foi contactado pela Rádio Renascença para que fosse assinalado o 40º aniversário da morte de Elvis durante o seu programa da manhã, "Manhã da Renascença com Carla Rocha". Já havíamos estado no programa no passado dia 6 de janeiro, só que, desta vez, o entrevistador foi Renato Duarte, uma vez que Carla Rocha se encontrava de férias. Ainda antes das entrevistas começarem, foram feitos dois prelúdios, com resumos do que se passou no programa nesse Dia de Reis, com a participação do artista de tributo a Elvis, António Carlos Coimbra.

 

Por nos ter sido disponibilizado o ficheiro em áudio das entrevistas feitas a Célia Carvalho e Jorge Custódio, pudemos elaborar um vídeo que acompanha o som e que colocámos na nossa página de Facebook e também no nosso canal televisivo. Deixamos aqui ficar a ligação ao vídeo na página de Facebook do Elvis 100% para que possam ouvir (e ver) sobre o que se falou:


 

Antes das entrevistas, foram também partilhadas curiosidades sobre Elvis Presley, cujas informações foram enviadas pelo Elvis 100%.




 Legenda: Jorge Custódio e Célia Carvalho, com Renato Duarte, no estúdio da Rádio Renascença.

 


 

Uns dias antes destas entrevistas serem feitas, o clube foi contactado pelo jornalista André Rodrigues (no seguimento de um mailing geral que enviámos para toda a comunicação social no início e meados de agosto) para que lhe pudéssemos disponibilizar informações para ele poder elaborar uma matéria para apresentar na rubrica "O Mundo em Três Dimensões". Foi o que fizemos, e o resultado não poderia ter sido melhor. Deixamos ficar a ligação, em baixo, ao site da Renascença, onde poderão ouvir a peça em áudio (tem 3:16 minutos), assim como a transcrição da mesma, que deixamos aqui, já em seguida.

 

 

Elvis morreu há 40 anos mas deixou-nos mais de 800 canções para o recordar

O rei do rock'n'roll morreu mas continua vivo na memória de milhões de fãs em todo o mundo. É difícil acertar um número exacto. A verdade é que a legião de seguidores de Elvis Presley é a primeira dimensão mais ou menos quantificada da vida, da carreira e do legado do cantor norte-americano. Que era também um amante da numerologia.

O grupo dos fãs portugueses, 100% Elvis, elaborou uma lista de curiosidades numéricas sobre o seu ídolo. E, normalmente, onde entram números, facilmente chegamos a um padrão.

Elvis nasceu a oito de Janeiro de 1935. E Agosto é o mês oito. Acredite nesta coincidência ou não, a verdade é que, ao longo da vida, Agosto foi um mês marcante para Elvis Presley. E o dia 15, aquele que regista o maior número de ocorrências.

1955, dia 15 de Agosto: Elvis assinou o primeiro contrato com o empresário Tom Parker;

Três anos mais tarde, precisamente no mesmo dia, foi o funeral da sua mãe.

Mas as curiosidades não se ficam por aqui. A 15 de Agosto de 1972, foi arquivado o processo de divórcio com Priscilla Presley.

Nesse mesmo dia, em 1975, Elvis teve de ser hospitalizado depois de se ter sentido mal em Las Vegas. Um episódio que antecipou aquilo que viria a acontecer dois anos mais tarde. Mas no dia 16.

Há exactamente 40 anos, a voz do rei calou-se para sempre. Mas Elvis é indiscutivelmente um dos nomes mais celebrados da música à escala global.

Detém o recorde absoluto de vendas da história da música: mais de mil milhões de discos por 152 álbuns e singles. Aliás, feita a contagem das canções que ocuparam o primeiro lugar dos tops, Elvis Presley foi líder 80 semanas durante toda a carreira que conta ainda mais de mil actuações ao vivo, uma delas no primeiro concerto transmitido via satélite em 1973 emitido para mais de 30 países.

O 'Aloha from Hawaii' foi visto mais de 1,5 biliões de espectadores e os lucros do espectáculo reverteram na totalidade para uma instituição para doentes com cancro.

É mais ou menos consensual a ideia de que a generosidade de Elvis Presley ultrapassa a dimensão de estrela musical. Ao longo da sua carreira, os proveitos da carreira do rei beneficiaram mais de 100 instituições e acredita-se até que Elvis tenha doado mais de metade de tudo o que ganhou.

Para as memórias presente e futura, Elvis deixa-nos mais de 800 canções e 33 participações em filmes como actor principal. Um inquestionável fenómeno de popularidade que atravessa os tempos, que encanta várias gerações de fãs.

E que permanece vivo, 40 anos após a sua morte.
http://rr.sapo.pt/artigo/91214/elvis_morreu_ha_40_anos_mas_deixou_nos_mais_de_800_cancoes_para_o_recordar

Filme que elaborámos para ilustrar a peça radiofónica
(é só clicar na imagem para aceder ao mesmo):

Como já aconteceu em janeiro, fomos muito bem recebidos pela Rádio Renascença e deixamos aqui ficar os nossos sentidos agradecimentos a Renato Duarte, André Rodrigues, Teresa Alves e Paulo Teixeira, pelo vosso trabalho e contributo a recordar o Rei nesta data tão emblemática. Esperamos que hajam mais iniciativas no futuro.

 

« Página Principal    « Imprensa  « Regressar   Avançar »